Com os pés no chão

Eles ganham cor da sujeira preta.

Se firmam no respeito pelo divino, de corpos sagrados

 

Caminhos sem opções

Mercado de peixe ou construção

Imigrantes, refugiados

Sem documento

Precárias condições

Estas sub-humanas

 

Raízes de sua terra

Cultivam cada vez mais nos trajes, preces, hinos e comidas

Mantém a tradição

Só fica para trás a vontade de “poder” ter direitos humanos em suas “mãos”.

 

Por Flávia Meirelles Israel