Carisma e compromisso

abr 19
NASCE O LAICATO JOVEM NO GRUPO MARISTA

NASCE O LAICATO JOVEM NO GRUPO MARISTA

Postado por PJM em (in)formação, Experiência Formativa, Laicato jovem ,

Salve, salve galera.

Segue aí uma matéria muito bacana sobre o Encontro Carisma e Compromisso, que inaugurou o Laicato Jovem Marista em nossa província.

O XXI Capítulo Geral do Instituto Marista propõe “uma nova relação entre Irmãos e Leigos, baseada na comunhão, buscando juntos uma maior vitalidade do Carisma Marista para o nosso mundo”. Nas proximidades da celebração do Bicentenário Marista, este é um apelo que muito em breve poderá ser atendido, se depender da vontade das juventudes da Província Marista Brasil Centro-Sul.

Entre os dias 16 e 17 de abril, mais de 70 jovens de 15 diferentes cidades estiveram reunidos em Curitiba para o Encontro “Carisma e Compromisso” – atividade destinada aos egressos Maristas. Deste encontro, nasce o Laicato Jovem Marista, que começa a trilhar um ousado caminho com uma nova forma de vivência dos valores de Maria e do carisma de Champagnat.

No primeiro dia de encontro, após a acolhida dos participantes, houve um momento profundo e significativo de reflexão inspirado no itinerário dos discípulos de Emaús. Os colaboradores Ângelo Diniz e Laura Ferraz trouxeram a perspectiva do discípulo-missionário que cada jovem é convidado a ser, a partir do encontro verdadeiro com o Cristo Ressuscitado. Junto ao partilhar do pão, representado por uma dinâmica, deixou-se a todos a pergunta: “Não ardia o nosso coração quando Ele nos falava pelo caminho?” (Lc 24,32).

Em seguida, os jovens receberam o pesquisador e historiador francês Marista, Ir. André Lanfrey. Ele contou a trajetória do Ir. Francisco Rivat, o primeiro sucessor de Marcelino Champagnat. Segundo Lanfrey, o Irmão ingressou na congregação com apenas 11 anos, com 18 fez votos perpétuos e em seguida foi eleito Superior Geral. Embora tenha sido uma personalidade incompreendida no seu tempo, se dedicou profundamente ao Instituto, organizando o mesmo e criando uma ordem de leigos. O Irmão Francisco foi escolhido como referencial Marista do Laicato Jovem justamente pela coragem de não somente dar continuidade ao sonho do fundador, como também contribuir com o crescimento da Instituição.

O Ir. Lanfrey definiu o Ir. Francisco como um homem que assumiu compromissos muito cedo e de forma engajada. Afirmou também que hoje a nossa juventude tem dificuldade de se comprometer por muito tempo. O jovem Guilherme Perotta, ex-aluno do Colégio Marista Paranaense e ex-participante da PJM, acredita que os jovens devem ficar com a essência da fala do Ir. Lanfrey. “Nós, jovens, Maristas de Champagnat, devemos ter o Ir. Francisco como exemplo; devemos assumir um compromisso sério com esta proposta de laicato; devemos formar nossos grupos e levar adiante esta nova forma de vivência do carisma”, afirmou.

Outro momento importante do primeiro dia do encontro foi o trabalho realizado pelo Ir. João Batista Pereira, Diretor Institucional do Setor de Pastoral. Ele mostrou aos jovens a importância de se ter um projeto de vida tanto pessoal quanto comunitário, como também a necessidade do planejamento para uma boa realização desses projetos. De acordo com Ananda Perardt, ex-educanda do Centro Social Marista de Itapejara D’Oeste e ex-participante da PJM, a fala do Ir. João foi fundamental. “No ano passado nós formamos um grupo laical jovem na nossa cidade; se não fosse esta orientação sobre planejamento e comprometimento, não sei se teríamos evoluído no nosso trabalho e na forma como vivenciamos o Carisma”, explicou.

No final do dia, houve uma missa na paróquia da comunidade e, por fim, uma celebração vivencial em torno do tema da fraternidade, rememorando a terna relação entre Champagnat e os primeiros Irmãos. Foi um grande momento de partilhas sinceras e profundas das juventudes.

O segundo dia de encontro iniciou com uma dinâmica realizada pelo João Fedel Gonçalves, do Setor de Vida Consagrada e Laicato. Ele chamou alguns jovens para montar a tenda do Carisma Marista. Com a metáfora, explicou que antigamente somente Irmãos entravam neste espaço. Depois, em 1985, com o Movimento Champagnat da Família Marista, houve o alargamento desta tenda, com a entrada dos Leigos. Hoje, busca-se a construção de uma nova tenda que abarque a todos, com uma nova relação entre Irmãos e Leigos e outras formas de pertença e vivência do Carisma.

Mais um ponto sinalizado na fala do João foi a necessidade de revisão do documento “Em torno da mesma mesa”, desta vez incluindo a voz dos jovens. Para ele, no momento em que o documento foi escrito pelo Instituto não havia tanto envolvimento deste público no Laicato. Ele finalizou sua explanação utilizando como símbolo o cajado dos caminhantes. “É importante que cada jovem tenha um cajado à sua medida, ou seja, viva um itinerário pessoal no carisma e siga pelo caminho, desbravando novos territórios”, afirmou.

O segundo momento da programação contou com a presença do grupo laical “Perdidos na neve”, formado por oito leigos da Província. Há 2 anos eles se reúnem para partilhar a vida, fazer a leitura e reflexão dos documentos Maristas e encontrar formas de estabelecer uma nova relação com os Irmãos. Os adultos leigos deste grupo encorajaram os jovens a desenvolverem o laicato. Disseram que sempre haverá dificuldade, mas que é possível seguir em frente.

De acordo com Rosana Alves, inicialmente o nome do grupo fazia jus ao que ocorria. “Estávamos literalmente perdidos, sem saber como organizar os encontros do grupo laical; mas depois, com o tempo, fomos encontrando o nosso jeito próprio de vivenciar o carisma”, afirmou. Ernesto Sienna, também participante deste grupo, disse que o Laicato Jovem incipiente é como a visão da janela da Casa de La Valla: o horizonte e o futuro do Instituto.

Para fechar o momento, os participantes contaram com a presença do colaborador Bruno Socher, que explicou sobre a sua participação no projeto “Comunidades Internacionais”. Seu objetivo foi mostrar para os jovens que além do Laicato existem outras formas de vivência do carisma de Champagnat. Também houve o momento em que os jovens ouviram o depoimento da ex-aluna Marista Flávia Meirelles, que está participando do Programa de Voluntariado AdGentes, no Camboja.

Em seguida, o colaborador Diogo Luiz Galline, do Setor de Pastoral, apresentou aos jovens a versão-mártir do Laicato Jovem Marista e encaminhou orientações e diretrizes para a formação dos primeiros grupos. A partir desta conversa, os participantes reuniram-se por cidades e dialogaram a respeito da proposta e de suas expectativas. Encerrou-se com a partilha e discussão das ideias que surgiram.

De acordo com João Sedrez, ex-aluno do Colégio Marista Arquidiocesano, integrante da PJM e ex-integrante da Comissão Provincial de Juventude, nunca antes a Província teve tantos ex-alunos e ex-educandos interessados em dar continuidade à vivência do Carisma Marista. “Este movimento do Laicato é uma tentativa de dar continuidade à vida Marista, mesmo quando saímos do Colégio ou da Unidade Social”. João tem grandes expectativas em relação a criação de um grupo laical jovem em São Paulo, com pessoas provenientes dos colégios e das unidades sociais. Ele acredita que a diversidade trará uma grande riqueza para as discussões e partilha de vida.

Para o Guilherme Perotta, o Laicato Jovem é bem importante porque é uma forma de ver o Carisma Marista de maneira mais ampla e madura. Quem sai da Unidade espera algo além e esta proposta vem pra suprir esta necessidade. “Ser leigo é uma vocação de compromisso com o carisma e nós esperamos que ele seja perene e que se transforme num vínculo muito forte com o Instituto”, finaliza.

O Encontro teve o seu encerramento com uma celebração de compromisso, à qual remeteu a promessa realizada há quase duzentos anos pelos doze jovens que subiram a colina de Fourvière para entregar suas vidas e obras a Maria. Os participantes assumiram o compromisso com a vivência do Carisma depositando suas promessas aos pés da imagem da Boa Mãe.

O Setor de Pastoral, parafraseando o poeta espanhol Antônio Machado, deseja que esses jovens sigam “fazendo caminho ao caminhar”, animados pelo Espírito de Deus e inspirados pela herança deixada por Marcelino, a fim de que se fortaleçam cada vez mais como autênticos Maristas Jovens de Champagnat.

Por Juliana Fontoura

abr 16
Não ardia nosso coração?

Não ardia nosso coração?

Postado por PJM em Experiência Formativa, Marista sou , ,

Salve, salve galera!

Tudo certo?

Hoje temos muitas notícias boas!!

Pela manhã iniciamos o encontro Carisma e Compromisso do Laicato Jovem Marista. O encontro conta com cerca de 70 jovens, unidos por um propósito: Dar continuidade a caminhada marista.

Durante o encontro, os jovens são chamados a refletir sobre a caminhada dos discípulos de Emaús. Nesta passagem, logo após a morte de Jesus, os discípulos caminhavam com o coração aflito, sem saber o que aconteceria e sentindo falta Daquele que a pouco alegrara seus corações com tanto amor e verdade.

Assim também, muitos são os jovens que acreditam que a caminhada marista acaba a partir do momento que saem da unidade. Porém, essa passagem nos chama a refletir: é necessário continuar a caminhar, e com alegria, porque o Cristo vivo caminha ao nosso lado.

Também recebemos a presença do Ir. Lanfrey, um dos maiores pesquisadores do Ir. Francisco Rivat, sucessor de Marcelino. Com isso, juntamos as nossas reflexões sobre Emaús com a caminhada do instituto.

Sempre que morria o fundador de alguma congregação, o itinerário normal era que a instituição se enfraquecesse e até viesse a acabar. Contudo, com a morte do Padre Champagnat, o Irmão Francisco anima aos irmãos para que a missão continue. Anima-os para que a herança deixada por Marcelino Champagnat frutifique e cresça forte.

O sonho não pode acabar!

E assim, até hoje, quase 200 anos depois, os jovens são chamados a continuarem a caminhar, continuarem a tornar Jesus Cristo conhecido e amado. Seguindo as orientações de Champagnat, serem reconhecidos: “Vejam como eles se amam!”

“O jovem Champagnat, com seus 28 anos, recém-completados e sua opção de vida assumida vocacionalmente como sacerdote, ao subir em peregrinação até Fourvière, leva sobre os ombros todos os jovens que vão segui-lo ao largo da história atraídos por seu carisma”. (Herdeiros da Promessa)

mar 10
Encontro Carisma e Compromisso

Encontro Carisma e Compromisso

Postado por PJM em Laicato Juvenil , ,

A realidade nos chama e a missão não permite que nos acomodemos. Somos chamados a ser sal e luz, lâmpada que se acende e a todos ilumina; e a sermos casa que se constrói em cima do rochedo. O espírito de compromisso e de construção de novas possibilidades guia-nos à busca da ação refletida, da intencionalidade, da consciência crítica, da organização e da opção pela vida. Quem vive isso não estaciona. (Mística da PJM, p. 128).

Quantos jovens que, ao encerrarem uma etapa da vida em alguma das Unidades Maristas espalhadas pelo mundo, enchem o peito para orgulhosamente dizer: “ex-aluno sim; ex-Marista nunca!”. Há quem diga que, uma vez que se experimenta a vivência do Carisma Marista, torna-se eternamente encharcado dele. Os egressos Maristas (sejam eles vindos dos Centros Sociais/Educacionais, Centro Técnico, Colégios ou Universidade) foram e sempre serão considerados como essenciais na continuidade do sonho herdado por Champagnat: tornar Jesus Cristo conhecido e amado por meio da educação e da solidariedade.

Por muito tempo trabalhou-se com os jovens egressos na perspectiva do “Quarto Momento”, dentro do itinerário de educação e amadurecimento na fé proposto pela PJM. Tal espaço mostrou-se privilegiado para a vivência do Carisma e para a atuação do apostolado Marista. Diante do processo de revitalização da PJM proposta pelo Brasil Marista, percebeu-se como grande oportunidade o ressignificar do caminho já construído e, com coragem, avançar para águas mais profundas e ousar sonhar com novos passos em prol das juventudes Maristas.

Com o intuito de criar sinergia na ação pastoral junto aos egressos Maristas, bem como sonhar com um futuro Laicato Juvenil advindo das atividades pastorais desenvolvidas pelas Unidades, o Setor de Pastoral do Grupo Marista promoverá o Encontro Carisma e Compromisso. Seguem as principais informações:

 – Egresso Marista maior de 18 anos (Colégio, Centro Educacional/Social, Técnico, Universidade)

 – Envolvimento anterior com a Pastoral (PJM, voluntariado, representação, Comissão de Juventudes…).

 – Comprometer-se pela continuidade, em sua cidade, na vivência do Carisma Marista.

  • Investimentos: Referentes à hospedagem, alimentação e materiais (pago na hora)²

 –  DF, GO e MS – R$ 10,00

 –  PR (exceto Curitiba), SC e SP – R$ 20,00

 –  Curitiba e região metropolitana – R$ 40,00

* Obs: As vagas são limitadas e estarão abertas até completo preenchimento (70 vagas).

Agradecemos de antemão a presença e participação de todos e todas nesse importante momento de nossa Província em prol de uma organização condizente à importância de todos os egressos Maristas… Afinal: ex-aluno/educando/universitário sim; ex-Marista nunca!

¹ O Encontro foi anteriormente agendado para os dias 02 e 03 de abril. Contudo, por questões logísticas, o Setor de Pastoral precisou readequar a data da atividade. Pedimos perdão por eventuais transtornos.
² Optou-se em um valor diferenciado por região, tendo em vista o investimento necessário com o deslocamento dos jovens até Curitiba. Dessa maneira, os participantes locais auxiliam na participação dos demais.