Salve, salve galera!

Hoje vamos falar um pouco sobre o nosso Fórum de Juventudes, que vai acontecer amanhã!

O encontro de Champagnat com o jovem moribundo à beira da morte (Montagne) é elemento fundante para compreender nossa atuação nos espaços de defesa de direitos. Ao perceber as condições em que o jovem vivia e nas quais morreria, Champagnat questiona: “Quantos outros adolescentes e jovens se encontram nesta mesma situação de abandono e ignorância?”. Após o encontro com Montagne, ele toma a decisão de fundar o Instituto dos Irmãozinhos de Maria. Champagnat, em seu tempo, reconheceu os desafios que assolavam sua realidade. Hoje, ao rememorarmos as origens de nosso Instituto, surge o desafio de respondermos aos anseios e demandas de nossas crianças, adolescentes e jovens.

Com o objetivo de responder a esses apelos, a Pastoral do Grupo Marista vem desenvolvendo iniciativas na linha de formação e acompanhamento que atendam as demandas da temática. Nesta perspectiva, o Setor de Pastoral propõe para o ano de 2016 o Projeto Fóruns de Juventudes: fortalecendo a presença Marista na promoção e defesa de direitos das crianças, adolescentes e jovens.

O projeto consiste na promoção de discussão e diálogo entre entidades, instituições e organismos eclesiais e sociais, a partir de uma temática relacionada à promoção e defesa de direitos das crianças, adolescentes e jovens. Os Fóruns serão realizados em uma ou várias etapas, em nível local ou, até mesmo, com a articulação entre Unidades de uma mesma cidade. O Fórum de Juventudes teve início no dia 01 de abril, por meio de videoconferência com todas as Unidades do Grupo Marista, na qual receberá o Presidente do Conselho Nacional de Juventude, Daniel Souza.

O tema do fórum provincial será “Os espaços educativos como mecanismo de fortalecimento da participação político-social de adolescentes e jovens”.

A opção em retomar o projeto dos Fóruns de Juventudes se dá pelo fato de acreditarmos que suas ações possam fortalecer o trabalho junto aos espaços decisórios de políticas públicas, bem como o aprofundamento da articulação Marista com outros organismos que atuam com o segmento das infâncias, adolescências e juventudes.  Estamos convencidos de que os resultados dos Fóruns de Juventudes serão significativos para nossa Instituição, uma vez que se trata de uma demanda em nível de Instituto Marista.

Devemos perceber que somos responsáveis em atender a apelos que correspondem a essência da missão Marista, a de “tornar Jesus Cristo conhecido e amado” em meio a crianças e jovens, garantindo sua dignidade e formação autônoma. Que saibamos, nos dias de hoje, agir como autênticos Maristas de Champagnat, indo depressa para uma nova terra.

Participe!

Por Ana Carolina Dias