Estamos quase nos aproximando do último dia da MSM 2017 e o que a Jovem missionária Júlia Leite tem a nos contar sobre sua experiência nos gestos concretos? Vamos aos seus relatos sobre a revitalização dos brinquedos do parquinho de um Centro Municipal de Educação Infantil e sobre a pintura do muro do Centro Educacional Ir. Acácio.

“ Fizemos um dos gestos concretos no ‘Viva vida’, que é tipo uma creche. Nossa missão lá era revitalizar o parquinho das crianças. Meu grupo foi pintar lá, chegou uma hora que choveu muito, choveu muito mesmo, muito, muito… e a galera tinha desenhado uns caracóis no chão em giz para a gente pintar. O pessoal começou a correr, pegar guarda sol para não deixar apagar. Eu fiquei embaixo do guarda-sol pintando para que a chuva não apagasse o giz, foi bem legal, mas a gente não conseguiu salvar aqueles desenhos. Reunimos o grupo e a galera estava disposta a fazer tudo. Quando parou de chover voltamos a pintar. A gente levou de lição isso, que, apesar das adversidades a galera continuou unida e tentando dar o máximo de cada um em tudo. ”

 “Um dos gestos concretos que meu grupo fez hoje foi a pintura do muro do Centro Educacional Ir. Acácio. Achei muito interessante porque a galera da comunidade está curtindo muito. As pessoas passam e elogiam muito nosso trabalho, admiram muito porque está ficando bem colorido e bonito. O legal também é ver a união da galera, a animação. Começa a chover e apaga a pintura a gente tem que refazer e ninguém desanima, vai lá e faz de novo, sem desanimar. Pintando o muro também estamos tendo contato com as pessoas que vem conversar com a gente porque chama atenção nossa presença e assim estamos também evangelizando. ”