Talvez você se pergunte: “Por que a misericórdia foi escolhida como tema para a JMJ na Cracóvia?”.

Pois bem, vamos lá.

Conta-se que em 1905, na Polônia, nasceu Irmã Maria Faustina Kowalska, que, desde muito jovem, sentiu-se chamada para a vida consagrada.

Ao contrário do que se possa imaginar, não foi nada fácil superar a vontade da família e seguir o chamado de Deus, pois eles não eram a favor.

Depois de muitas recusas, em 1925 ela foi aceita na Congregação das Irmãs da Divina Misericórdia.

Foi na Cracóvia que fez seus primeiros votos e também os perpétuos. Passou a maior parte de sua vida na Polônia, servindo como cozinheira, jardineira e porteira.

Morreu aos 33 anos. Entregou-se pela misericórdia das almas e é exemplo de fé e serviço.

Irmã Maria Faustina

Irmã Maria Faustina

 

Em ano de misericórdia, não falar sobre isso seria até um desaforo com nosso querido Papa Francisco.

Somos incitados, com o lema da Jornada Mundial da Juventude, a inserirmos a misericórdia nas nossas atividades cotidianas.

Você já parou para pensar quantos problemas poderiam ser resolvidos se as pessoas fossem mais misericordiosas umas com as outras?

Se não pensou, pense, proponha e aplique!