Você já parou para se perguntar qual é o significado das cinzas ou até mesmo da quaresma?

Não?!

Pois aqui está uma ótima oportunidade de se (in)formar.

 

A tradição traz que sejam queimados os ramos benzidos no ano anterior e que estas cinzas, misturadas com a água benta, sejam utilizadas na quarta-feira para marcar a fronte dos cristãos.

A quaresma, por sua vez, é um momento de reflexão: De onde viemos? Para onde vamos? Quais são as atitudes que tomamos neste curto espaço de tempo que é a vida?

Durante o tempo da quaresma, focamos na memória. As coisas que passamos, nossos erros, acertos, dúvidas, respostas, e também olhamos para o futuro: O que eu quero para mim e para as pessoas ao meu redor?

 

Às vezes, a quaresma pode soar como um momento triste, mas não é isso que ela traz. Refletir não significa entristecer, mas sim pensar nas construções e desconstruções que queremos para nossa vida.

No ano da misericórdia somos chamados e reconciliação. Reconciliação com Deus, com os amigos, com os pais, com os irmãos, e conosco.

 

Quantas vezes cometemos erros e nos culpamos por muito tempo. Ou, ainda, guardamos grandes rancores em nosso coração por conta da falta que alguém cometeu contra nós. Por que será?

Tomemos para nós o aprendizado daquele momento infeliz e recomecemos, pois não existem atitudes irreparáveis, mas sim atitudes irrepetíveis.

(Re)pensemos!

 

Por Laura Ferraz